Após o cancelamento do Congresso SciComPt 2020 previsto para os Açores (7-8 maio) devido à pandemia de COVID-19, a Rede SciComPt decidiu criar um espaço adaptado aos tempos de inevitável distanciamento físico e assegurar num formato digital a realização do Congresso #SciComPt2020 Online, para que continuemos a mostrar, debater e valorizar o que de melhor se faz na comunicação de ciência em Portugal.

De 7 de maio a 18 de junho, no canal de YouTube da Rede SciComPT poderão acompanhar sessões LIVE (quintas-feiras, 17:00) com keynotes, painéis e debates e também a publicação diária de trabalhos selecionados para o Congresso SciComPt 2020 original. Será ainda disponibilizada uma galeria de pósteres no site da Rede SciComPt e partilhada nas redes sociais. 

 

De 7 de maio a 18 de junho – todas as quintas-feiras às 17:00 – no Canal de Youtube da Rede SciComPt

7 de maio – Keynote – Raquel Gaspar (Ocean Alive) 


Guardiãs das pradarias marinhas – mulheres da comunidade piscatória líderes na conservação do oceano

As pradarias de ervas marinhas são desconhecidas do grande público mas são um dos ecossistemas mais importantes do planeta e encontram-se em declínio. A Ocean Alive dedica-se à proteção das pradarias marinhas do estuário do Sado promovendo a liderança de mulheres da comunidade piscatória, as Guardiãs do Mar. Com esta iniciativa, foram criadas três novas profissões: as guias marinhas, que promovem o conhecimento sobre as pradarias de ervas marinhas, as agentes de sensibilização, que catalisam alterações de comportamentos no seio da sua comunidade e as monitoras das pradarias, que colaboram com a equipa científica no mapeamento e a monitorização deste habitat. 

Raquel Gaspar é bióloga marinha e co-fundadora da Ocean Alive, uma organização de educação marinha dedicada à alteração de comportamentos para a proteção do oceano. A Raquel é uma das portuguesas exploradoras da National Geographic com um projeto que envolve mulheres da comunidade piscatória na monitorização e na melhoria da proteção das pradarias marinhas do estuário do Sado.

14 de maio – Painel – Está na altura de falar de incerteza

Modera: Inês Domingues (Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes – iMM)
Catarina Ramos (Chamaplimaud Centre for the Unkown)
Maria Inês Vicente (Open Science Hub Network, Leiden University)
Ana Sanchez (ITQB-NOVA, Universidade Nova de Lisboa)

Os cientistas aprenderam a viver com a incerteza. No entanto, este não é um assunto muito comunicado, seja pelos media ou pelos comunicadores de ciência. Além disso, o processo científico não é particularmente explorado na programação de centros ou de museus de ciência. No entanto, a incerteza é um aspecto profundamente fundamental da ciência e até mesmo na nossa vida quotidiana.

Estarão os comunicadores de ciência (e os próprios cientistas) preparados para falar de incerteza? Como é que a incerteza e a natureza do próprio processo científico podem ser transmitidas a diferentes públicos? Qual a melhor forma de preparar futuros comunicadores de ciência para uma comunicação que vá além dos resultados, conquistas e descobertas da ciência?

21 de maio – Painel – Do défice à RRI: o que tem funcionado no envolvimento dos cidadãos em ciência e o que precisamos de fazer diferente? 
Modera: Ana Lúcia Mena (Instituto Gulbenkian de Ciência)
Joana Lobo Antunes (Instituto Superior Técnico)
Joana Gonçalves Sá (NOVA School of Business and Economics / Instituto Gulbenkian de Ciência)
Vera Novais (Observador)

De uma teoria de défice de literacia científica fomos evoluindo até chegarmos a uma política de participação ativa da comunidade civil logo no início do desenvolvimento científico e tecnológico. No entanto, não é evidente se todos estes esforços são suficientes, uma vez que continuam a existir grupos de cidadãos que contestam evidências científicas e promovem ideias alternativas como se tivessem igual ou mais valor do que as ideias testadas por métodos científicos.

Que novas abordagens pode a comunidade de comunicadores de ciência fazer para verdadeiramente envolver os cidadãos em ciência? Como é que conseguimos partilhar os processos científicos e desenvolver o espírito crítico da comunidade que nos rodeia? Precisamos de parceiros de outras áreas? Será que conseguimos “converter” os negacionistas da ciência ou, pelo menos, diminuir a influência que têm na sociedade?

28 de maio – Keynote – Milica Momčilović (World Federation of Science Journalists, WFSJ)

Science and Education Program in the age of Pandemics

The challenges of developing a Science and Education Program in the age of Pandemics will be closely looked through  “My School” project idea. Radio Television of Serbia has been producing a distance education for all elementary and high school students in Serbia during the lockdown. Educational contents are available on the RTS website, the RTS Planet interactive platform as well as broadcasted on two RTS TV channels.

Milica Momčilović é jornalista de ciência desde 2006. Atualmente, é jornalista, editora e apresentadora de TV do programa de Ciência e Educação na Rádio Televisão da Sérvia (RTS), um serviço público de radiodifusão com o maior alcance de audiência do país. Milica é presidente da Federação Mundial de Jornalistas de Ciência (WFSJ), é membro da direção da Rede de Jornalistas de Ciência dos Balcãs e fundadora e membro da direção da SFERA, uma organização não governamental dedicada à promoção pública da ciência.

4 de junho – Painel – EU-Citizen.Science – uma plataforma colaborativa para a Ciência Cidadã

Modera: Maria Vicente (Plataforma de Ciência Aberta – Município de Figueira de Castelo Rodrigo)
Joana Lobo Antunes (Rede de Comunicação de Ciência e Tecnologia de Portugal – SciComPT)
Paulo Gama Mota (Universidade de Coimbra / CIBIO)
Pedro Russo (Universidade de Leiden)
Cristina Luís (CIUHCT, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa)

O projeto EU-Citizen.Science, financiado pelo programa H2020 da Comissão Europeia, é uma colaboração entre 21 instituições parceiras que tem como objetivo construir uma plataforma que funcione como um hub de conhecimento e de parcerias para a Ciência Cidadã, Participação Pública em Investigação Científica (Public Participation in Scientific Research, PPSR) e Investigação Participativa de Base Comunitária (Community-Based Participatory Research, CBPR).

O objetivo da plataforma com este painel é perceber quais os recursos, ferramentas e módulos de formação que a comunidade de potenciais utilizadores considera mais relevante e mostrar a importância da partilha de experiências entre os participantes.

11 de junho – Debate – SciCommersPT: quem somos e para onde vamos

Modera: Manuel Valença (ISCTE-IUL)
Como comunicadores de ciência, algo com que a maioria de nós está familiarizado é o recurso a contextos invulgares para reforço do conteúdo comunicacional. No atual cenário de distanciamento social, esta sessão irá fazer uso das ferramentas digitais à disposição para reforço do debate sobre a nossa comunidade. Se o que nos separa é rapidamente identificável, o que é que nos une? Somos uma comunidade de interesse, uma comunidade de prática ou uma ocupação profissional? Quais as identidades profissionais que ‘cabem’ dentro desta comunidade? O que nos motiva a sermos sócios da SciComPT? O que vemos no futuro da SciComPT? Numa sessão sem oradores convidados, todo o tempo será dedicado ao debate destas e outras questões.

A discussão sobre quem somos, enquanto comunicadores de ciência, e o que esperamos da associação onde estamos inseridos não se completa com uma sessão de debate, mas o contributo de cada um lançará as bases para que a comunidade se torne mais coesa e representativa de quem nela participa. Com esse objetivo, a SciComPt disponibilizará o resumo da sessão aos seus sócios e a gravação será publicada no canal do YouTube da Rede.

Manuel Valença é bolseiro de doutoramento FCT, com projeto de investigação: ‘As identidades e perfis profissionais dos comunicadores a trabalhar em organizações portuguesas de investigação ou de divulgação científica’. Manuel foi monitor científico e coordenador de monitores e gestor de eventos na Fábrica – Centro Ciência Viva e comunicador de Ciência no Gabinete de Comunicação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Foi ainda bolseiro de investigação no projeto MORE-PE (Mobilization of REsources for Public Engagement with science and technology) – ISCTE-IUL


18 de junho – Painel – 
O envolvimento de público para tomada de consciência da importância do conhecimento científico

Modera: Pedro Russo (Universidade de Leiden)
Pedro Pombo (Universidade de Aveiro / Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro)
Nuno Lemos (Pavilhão da Água, Águas do Porto)
Pedro Salomé (INL Laboratório Internacional de Nanotecnologia)
Jordi Rovira (Universidade de Burgos)

Vivemos numa sociedade cada vez mais tecnológica que nos disponibiliza uma grande quantidade  de informação. Torna-se essencial uma mudança para a capacitação digital de forma a possibilitar uma melhor tomada de decisão. O papel da comunicação de ciência torna-se assim mais relevante e importante para promover uma cidadania plena, ativa e baseada no conhecimento. Este painel tem como objetivo explorar diferentes iniciativas de envolvimento de público em temas atuais e criar uma oportunidade de diálogo com a plateia para em conjunto refletir sobre boas práticas, potenciar trabalho colaborativo e apontar caminhos futuros a percorrer.

Congresso #SciComPt2020 Online – de 7 de maio a 18 de junho

Ao longo do Congresso #SciComPt2020 Online irão sendo publicados no Canal de YouTube da Rede SciComPt trabalhos em formato vídeo com duração aproximada de 3 minutos, em que os participantes explicarão o seu projecto de comunicação de ciência e, caso se aplique, de que forma foi afetado pela pandemia de COVID-19. Os vídeos, com resumo na descrição, estarão disponíveis para todos e os comentários abertos para contactos com os autores. 

Programação (que será atualizada semanalmente)

08 MAI – O espaço na minha ilha (Susana Cabral, ExpoLab)
09 MAI – Drinkable Rivers – Ciência cidadã e qualidade da água no Rio Douro (Ana Peso, Plataforma Ciência Aberta)
11 MAI – Lab in a Box – experimentar ciência na sala de aula (Rodrigo Abreu e Joana Loureiro, IGC)
12 MAI – CONCISE: Perceções coletivas sobre comunicação de ciência (João Estevens, ICS)
13 MAI – Comunicação de Ciência através de vídeo (João Cardoso, CNC)
15 MAI – Criar é Compreender: um diálogo inesperado entre arte e ciência (Mariana R. P. Alves, EMBL)
16 MAI – CoAstro: uma nova proposta para a ciência cidadã (Ilídio André Costa, iAstro)
18 MAI – Escola Ciência Viva de Bragança: uma transformação educativa na região (Alexandra Vaz, CCV Bragança)
19 MAI – GoLP VR Lab: real plasma physics research in virtual reality (Fábio Cruz, Instituto Superior Técnico)
20 MAI – Horizontes iMM: Uma pergunta a 3 (Clara Artur, Instituto de Medicina Molecular)
22 MAI – Perder o medo de aranhas através do teatro (Andreia Albernaz Valente, APIS DOMUS)
23 MAI – Comunicar ciência numa empresa de base biotecnológica (Bruna Baptista Moreira, Universidade de Coimbra)
25 MAI – IYPT2019 @ Ciências ULisboa (Ana Mourato, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisbboa)
26 MAI – Escola Aberta & Cidadania Ativa (Ana I. Faustino, Plataforma de Ciência Aberta)
27 MAI – Neuronautas: uma academia para novos exploradores do cérebro (Catarina Ramos, Champalimaud Center for the Unkown)
28 MAI – Recursos didácticos sobre pesca artesanal en Canarias (Marcos Ruiz, Centro de Investigaciones Medioambientales del Atlántico)
29 MAI – A arte como meio para compreender o Universo (Sara Patinho Rodrigues, Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa)
30 MAI – Comunicação de ciência e mar profundo (Luciano Moreira, Universidade do Porto)
31 MAI – Temas que movem públicos: alterações climáticas e sustentabilidade (Sara Mira, Centro Ciência Viva de Lagos)

(Em construção) 

INSCRIÇÃO
A inscrição no Congresso #SciComPt2020 Online é voluntária e livre com uma taxa de inscrição definida pelo próprio, de forma a apoiar a realização do congresso.
Todos os conteúdos do YouTube estarão disponíveis para os utilizadores, sendo a inscrição uma forma de apoiar o congresso.
Todas as contribuições serão devidamente faturadas. 
A transferência deverá ser efetuada para IBAN PT50 0010 0000 5740 1750 0013 8 e o comprovativo enviado para info@scicom.pt

>>>Formulário de Inscrição<<<

PARTICIPAÇÃO
Todos os comunicadores de ciência e pessoas interessadas nos temas que serão discutidos e apresentados estão convidados a participar no Congresso #SciComPt2020 Online.
As transmissões em directo e publicações de vídeos serão abertas a todos.
Mesmo em formato online, a participação nos debates e na discussão dos trabalhos é fundamental para o sucesso e qualidade dos mesmos. Assim, as transmissões em direto terão moderação no chat do YouTube, onde poderão colocar as questões para os oradores. A discussão dos trabalhos apresentados em formato vídeo será privilegiada sob a forma de comentários aos vídeos no YouTube.

Subscreva o Canal de Youtube da Rede SciComPt e ative as notificações.

Podem seguir todas as novidades e atualizações sobre esta versão online do #SciComPt2020 aqui no website e nas redes sociais da SciComPt
Facebook Twitter Instagram

Rede SciComPT 

Joana Lobo Antunes
João Gaspar
Maria Vicente
Pedro Russo 
Sílvia Castro 
Sílvio Mendes
Vera Novais